19/04/2012

Mateus 13

Mateus 3:13-15
Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele. Mas João opunha-se-lhe, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim? Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu.



No Evangelho de Mateus, Jesus começa seu ministério pedindo para ser batizado e o termina enviando seus discípulos a batizarem. Nos dias de hoje obediência e submissão perderam um pouco do seu atrativo. Há mais interesse em direitos e liberdades. Para Jesus, obediência e submissão eram muito mais importantes. Jesus precisava ser batizado?

Claro que não! Ele não tinha e nunca teria pecado para confessar nem do que se arrepender. Então por que o Cristo foi batizado? Um dos motivos é muito simples: os homens não sabiam que Jesus era sem pecado. Se ele recusasse a se submeter a João, que impacto isto teria no ministério do homem enviado para preparar o caminho? Quantos outros não recusariam a se submeter também?

Jesus não admitiu deixar de fazer qualquer coisa que pudesse prejudicar os planos de Deus para nossa salvação. Jesus tinha o direito de recusar o batismo, uma ordenança para pecadores. Mas, ele abriu mão do seu direito para que a justiça de Deus fosse realizada. Será que há situações em que a justiça de Deus pode ser impedida se nós exigimos nossos direitos, ou recusamos a nos submeter quando não somos obrigados?

Tem alguma situação em que você poderia voluntariamente se submeter a Deus, confiando como Jesus, na graça do Pai?

Pense nisso, medite nas Escrituras, lute contra o pecado e persevere em oração até que sejam cheios do Santo Espírito, conforme a promessa de Lucas 24:49.

Fonte: Hermeneutica.com
 

Blogger news

Blogroll

About