16/07/2012

Sim, sim! Não, não!

Mateus 5:37 Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno.


Hoje a “mentira social” virou praxe no trabalho e em relacionamentos. O chefe manda a secretária dizer “Ele não está aqui” quando não quer atender um telefonema. O amigo diz “Eu vou! Eu vou!” ao convite, quando de fato não pretende ir.

A verdade, quando falada diante de um tribunal, ou numa conversa casual, abre portas e fecha outras. Ela sempre conduz para um caminho. É o caminho pelo qual o discípulo precisa andar. Pessoas reagem à verdade.
É por isso que temos medo de dizê-la. Um relacionamento,um emprego ou uma vida podem tomar um rumo indesejado se falamos a verdade. Temos medo de perder admiração ou aceitação, um amigo ou um emprego.

Então mentimos, ocultamos ou disfarçamos – e  matamos a verdade. Sem perceber, toda mentira, por menor que seja, só leva a um caminho. Esse caminho, quando trilhado, passo a passo, só leva a um lugar – o destino do pai da mentira e de todos os mentirosos (Apoc 21:8).

Que a nossa palavra seja sempre uma só, aquela que pode ficar em pé com Jesus, unida com ele, seja qual for a consequência. Há verdades que não precisam ser ditas.

Erros e pecados de outros nem sempre precisam ser revelados, pois nem sempre essa revelação é necessária ou vai ajudar. Você fala para todos de todos seus pecados? Então tenha o mesmo cuidado com os pecados dos outros.

Só se deve contar "toda a verdade" da vida dos outros, aquele que vai contar também "toda a verdade" sobre sua vida. Se for necessário falar, e se pode ofender, vamos tomar cuidado para que seja falada com amor e consideração.

Na vida do discípulo só tem um caminho – a verdade. Somente o discípulo conhece a Verdade que leva ao caminho da vida eterna. É por isso que a verdade é tão importante para nós.

Deus te abençoe.

Pense Nisso!

créditos: hermeneutica.com, divulgação: Cristão Sim Alienado Não

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

About