29/03/2010

Coragem

O texto de hoje encontra-se no livro de Atos e trata de uma ocasião em que Paulo foi incentivado por Jesus. Esse apóstolo, apesar de muito usado por Deus para implantar igrejas por toda a Ásia (o nome dado, na época, às encostas do Mediterrâneo na Grécia e Turquia, no sul da Europa) e propagar os ensinamentos de Cristo com a redação de mais da metade do Novo Testamento, era um homem como qualquer outro, tendo necessidade de ânimo e estímulo. Quando se encontrava na prisão em uma de suas viagens, as palavras do Senhor: “Coragem! Pois o modo por que deste testemunho a meu respeito em Jerusalém, assim importa que também o faças em Roma” (At 23: 11) lhe serviram, portanto, de grande alento.

É natural nos sentirmos abatidos em certas ocasiões e isso não implica em uma vida de pouca comunhão com Deus. Prova disso é o próprio exemplo do apóstolo Paulo, um homem de intimidade com o Senhor e comprometimento com a Palavra (e, sem dúvida, um dos mais motivados do evangelho), que se sentiu solitário e enfraquecido em alguns momentos. São tantos os obstáculos que temos pela frente que nossa energia se esvai, restando apenas a tristeza, sem nem mesmo a vontade de reagir.

Na maioria das vezes temos motivos legítimos para tanto: a perda de um ente querido, um abalo financeiro, o rompimento de uma relação afetiva. Porém, mesmo em se tratando das questões existenciais que nos perpassam a todos, os aborrecimentos têm razão de ser. Nesses momentos, só mesmo as palavras de Jesus ao apóstolo Paulo, que, felizmente, estão disponíveis para nós em todo o tempo. Assim, pense no poder que reverbera do Senhor ao lhe dizer: “Coragem!” e saia, fortalecido, para mais uma tentativa.

Fique na paz,

Ap. Rina

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

About