12/03/2010

O quê a sua fé gera em você?

Sim nós entendemos que somos espirituais e as escrituras assim nos ensina. Existe, porém um mal no meio evangélico cristão, que muitas vezes praticamos incorretamente e levianamente. Julgamos-nos melhores, nos exaltamos, e temos a falsa sensação que somos mais amados por Deus, pois somos “espirituais”. Chegamos até ignorar pessoas por elas não serem iguais a nós, mas sequer contribuímos para que isso aconteça, no sentido de professarem a fé em Jesus Cristo com seu Senhor.

Em Gálatas 6:1, Paulo através do Espírito nos exorta quando diz "Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, vós que sois espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão; e olha por ti mesmo, para que também tu não sejas tentado.”

Bom seria se fossemos prudentes a todo tempo e ao invés de se auto-exaltar em dizer que somos espirituais, disséssemos que pela graça de Deus é que estamos de pé, que somos extremamente dependente dEle, que somos carentes dEle e da sua misericórdia. Mas para que isso aconteça precisamos ser humildes e reconhecer diante de Deus as nossas fraquezas. Precisamos de uma fé que não manipula. Muitas vezes, temos este comportamento por simplesmente querermos reconhecimento, e esta atitude vem de forma sutil, quando percebemos é tardio.

Por que ensinamos fé para as pessoas? Porque é uma atitude que o Senhor gera em nós, assim como a graça. Em Efésios 2:8 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus”. Este é um dos propósitos do Senhor nesta terra, pregarmos as boas novas, a fé em Cristo Jesus, a salvação pela graça de Deus.

Toda glória seja dada somente a Ele. Veja novamente a palavra de Deus nos exortando e ensinando em Gálatas 6:14 “Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.”

Somos encorajados a nos esvaziarmos de uma religião de méritos e conquistas. Na verdade não temos do que nos gabar. Jesus disse em Marcos 8:34 “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me.” Esta é a nossa vocação. Em outras palavras estamos dizendo, Senhor seja feita a tua vontade e não a minha.

Nossa fé é para seguirmos os caminhos de Jesus, e este foi servo, não um Deus triunfante. Ele foi cordeiro e servo e é o nosso exemplo.

No amor de Cristo,

Maurício Arruda

Soli Deo Glória

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

About