02/09/2010

O perigo de acreditar em fofocas






Por Maurício Arruda


Como é horrível a fofoca. Ela se torna pior quando aparece em nossos arraias, em nossas igrejas. Além disso, o quadro é mais agravante quando ela, a fofoca, vem com a mentira, que segundo as escrituras, o diabo é o pai da mentira, lembra-se disso? Não! tudo bem vamos dar uma força:

João 8:44

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.


Outra passagem não menos importante está em Apocalipse 22:15 Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.

Pois é, a mentira realmente não é legal em nenhum momento, nem mentirinha nem mentirão.

A palavra de Deus nos exorta também acerca da língua mentirosa, coisa esta, odiada pelo Senhor. Muitas vezes esta atitude pode destruir uma ou várias pessoas e semear contendas nos relacionamentos, famílias, casais, ministérios e por aí vai. Vejamos mais estas passagens:

Provérbios 6

16 Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma abomina:
17 Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente,
18 O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal,
19 A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos.

Outro porém, é que a língua que profere mentiras, pode contaminar quem a ouve e dá crédito a ela, e isto, geralmente ocorre quando não estamos firmados em Cristo e desconhecemos as escrituras, ou melhor, quando não à praticamos.

Entendo que a polêmica e a controvérsia não são nem objetivo nem motivação em si mesmas, contudo, a confrontação, o debate e a discussão são as ferramentas fundamentais na investigação da verdade.

Não acredito no sucesso de abordagens dogmáticas, preconceituosas e parciais no inquérito das questões que devem ou deveriam ser investigadas e confrontadas em debates francos e abertos, e não em fofocas disparadas criminalmente por uns que dizem viver o evangelho de Deus.

Concluo que devemos evitar, ou melhor, eliminar do nosso meio esta atitude, ou falta de. Mas se por algum motivo você der crédito a fofoca, deixo estes versos para sua meditação:

Mateus 15:11

O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.

No mais tudo na Santa Paz.

Que o Senhor nos livre destas práticas.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

About