06/01/2011

O que é discipular?


O que é discipular?

1. É manter um relacionamento onde há transferência de valores.
2. É Transferir: ATITUDES, HABILIDADES, OBJETIVOS.
3. Discipular é o exercício de fortalecer os seguidores de Cristo.

O Discipulado é o trabalho conjunto de 3 figuras:

Cristo, O Edificador: “E Eu edificarei a minha igreja”...“Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome estarei no meio deles”

O Discípulo: O Discípulo é alguém que deseja ser um imitador de Cristo.

Discipulador: é alguém que se compromete a cuidar, ensinar, fortalecer uma pessoa, até que Cristo seja formado nela.

Características de um discipulador aprovado:

Estilo de vida exemplar;
Vida de oração;
Disponibilidade;
Manejo da bíblia;
Cheios de fé;
Cheios de bondade;
Confiáveis;
Coração de servo.

Jesus: O Mestre dos Discipuladores:

1. Jesus ensinava por meio de exemplo Pessoal.
2. Os discípulos aprendiam com experiências em comum.
3. Jesus sempre providenciava um momento de ensino.
4. Os discípulos aprendiam uns com os outros.

As 4 Fases do Discipulado

1ª Fase: a familiarização entre Discipulador e Discípulo.
2ª Fase: os conflito de valores, prioridades e práticas.
3ª Fase: a comunhão no amor de Cristo.
4ª Fase: o trabalho em conjunto entre Discipulador e Discípulo para alcançar outros para Cristo.

Processo de Aprendizagem

Nós Guardamos:

10% do que lemos
20% do que ouvimos
30% do que vemos
50% do que vemos e ouvimos
70% do que discutimos
80% do que experimentamos
95% do que ensinamos

Seis Verbos conjugados pelo Discipulador:

1. Ouvir
2. Interceder
3. Ensinar
4. Formar
5. Marcar o passo
6. Integrar

4 Erros a serem evitados

ERRO 1: Ignorar o que está sendo dito.
ERRO 2: Pensar na resposta enquanto ouve.
ERRO 3: Dar a impressão de estar ouvindo, mas desligar-se da conversa.
ERRO 4: Filtrar somente o que interessa ouvir.

OUVIR - (Tiago 1:19)

Três Maneiras eficazes de ouvir:

Escuta Intencional Ativa

1. necessidades
2. medos
3. alegrias
4. convicções

Escuta com Aceitação

- perceba os detalhes importantes
- observe emoções nas palavras
- não julgue ou condene enquanto ouve

Posturas de Escuta

Ouvir com o Corpo todo

55% da expressão de sua escuta vem da postura do corpo.
38% vem da expressão vocal.
7% vem das palavras que você usa.

Interceder

1. Interceder é estar entre Deus e seu Discípulo.
2. Interceder é representar o Discípulo perante Deus.
3. Interceder é representar Deus perante o seu Discípulo.

Ensinar

1. Ensinar não é somente informar.
2. Ensinar é transformar valores.
3. Ensinar é modificar as prioridades.
4. Ensinar é determinar uma nova prática na vida do Discípulo.

Formar

1. Dar forma ao Discípulo através da sua própria vida.
2. Formar é fazer primeiro, obedecer primeiro, é servir primeiro.
3. Ser o exemplo não significar ser perfeito, mas disposição intensa de seguir a Cristo.

Marcar o Passo

1. Discipulado não é uma prova de velocidade... mas de resistência.
2. Marcar o passo das lições
3. Marcar o passo da oração
4. Marcar o passo do testemunho

Integrar

1. Seu trabalho é ampliar o "oikos" (que significa casa, lugar onde se vive, espaço onde se desenvolve a vida), do seu Discípulo.
2. É desaconselhável ter um relacio-namento exclusivo com seu Discípulo.
3. A diversidade de relacionamentos enriquece a vida de seu Discípulo.
4. É importante conhecer o oikos do Discípulo para evitar eventuais hostilidades.
5. Faça uma visita para o oikos do seu Discípulo - construa algumas pontes.
6. Descubra as Pessoas-Chave na vida do Discípulo e suas influências.

Discipulador e a Edificação

1. Identifique as emoções expressas pelo seu Discípulo.
2. Identifique a necessidade sentida e a necessidade real do Discípulo.
3. Confronte em amor o comportamento ou prática contrária ao Evangelho.
4. Na solução de um problema, procure a opção que dará maior glória a Deus.
5. Ofereça informações que ajude o seu discípulo a tomar a melhor decisão.
6. Encoraje seu Discípulo a mudar seus paradigmas.
7. Torne logo de início seu Discípulo um auxiliar de edificação.

Planejando o Encontro

1. Comece fazendo oração pelo discípulo e pelo encontro.
2. Escreva o que Deus lhe falou no ‘quarto de escuta’.
3. Estude cuidadosamente a lição e evite a impressão de que não se preparou.
4. Anote detalhes do encontro.

Os Dez Mandamentos de Discipulador

1º Ouça!

É preciso ouvir ao Espírito Santo;
É preciso ouvir o Discípulo;
Faça perguntas até que entenda o problema;
Observe a ‘dança das emoções’.

2º Prefira o Esclarecimento ao Conselho.

O esclarecimento ajuda o Discípulo a tomar ele mesmo a decisão.
O conselho impõe a decisão.
O esclarecimento encoraja - o conselho diz: - Você não pode decidir sozinho!

3º Não resolva os problemas do seu Discípulo

É um risco assumir responsabilidades pelos problemas do Discípulo.
Isso o fará transferir para o Discipulador toda a carga do problema.
A melhor ajuda será sua oração, seu tempo, sabedoria e amor.

4º Não faça crítica ou juízo antes que os novos valores tenham sido adotados.

É necessário criar um ambiente de segurança para o Discípulo.
Somente a tristeza de Deus produz verdadeiro arrependimento.

5º Mostre ao seu Discípulo a importância de descobrir e experimentar a vontade de Deus.

Entre a situação atual e a situação ideal é necessário obedecer a vontade de Deus.

6º Evite salvar o Discípulo de sua própria estupidez.

Vitimas legítimas devem ser alvo do amor, compaixão e apoio.
A insensatez acarreta consequências.
É preciso saber quando se deve resolver o problema, e quando se deve apenas apoiar durante o problema.

7º Não Empreste dinheiro diretamente ao seu Discípulo

O empréstimo direto provoca a sensação de dívida para com o Discipulador.
Se precisar fazê-lo, dê anonimamente ou acione a CÉLULA.

8º Seja paciente quando encontrar comportamentos negativos repetidos.

As vezes, o próprio Discípulo não conhece as causas de suas atitudes.
É preciso esperar até que Deus revele as raízes do problema.
Paciência é fonte de esperança para o seu Discípulo

Seja perseverante!

9º Identifique a Síndrome do ‘Disco Furado’.

Há pessoas que contam sempre a mesma estória à célula, exaurindo o ânimo dos seus membros.
É preciso mostrar a situação em amor.
Confrontar em amor é melhor do que ignorar.

10º Seja criativo no uso de ferramentas para um discipulado eficaz.

Use livros, filmes, cassetes, livros, jornais, etc.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

About