04/01/2011

Comunhão e compromisso

Uma das formas de discipular é ouvir a pessoa, deixar que ela exponha suas dúvidas e conduzí-la a superar suas impossibilidades e barreiras através de Jesus.



O discipulado sempre foi uma excelente ferramenta usada pela Igreja, desde seus primórdios nos tempos apostólicos, para implantar valores e mandamentos de Deus no coração dos homens. Isso tem sido feito pela defesa de princípios e da observância de um estilo de vida segundo Jesus, mostrado na Palavra do Senhor. Todavia, alguns pontos diferem o discipulado cristão do ensino que temos hoje na maioria das igrejas que montam classes bíblicas.

Enquanto que, nos bancos de Escola Dominical, prevalece o modelo “aluno-professor” e o que vale é a transmissão da informação. O discipulado é um processo individual, pessoa por pessoa. Muito mais do que um estudo bíblico, o discipulado busca a formação do indivíduo e a construção de um estilo de vida encontrado na Palavra de Deus.

Uma das formas de discipular uma pessoa é ouvi-la, deixar que ela exponha suas dúvidas e devaneios, conduzindo-a de modo prático, e não didático, a superar suas impossibilidades e barreiras, abraçando um novo estilo de vida.

Mas discipulado não é algo que se faz em algumas visitas ou reuniões com o discípulo; antes, é um processo cuja eficácia atravessa diversas etapas – mudança de valores, aprendizado, crescimento e prática – que o novo discípulo deve atravessar.

O discipulado gera comunhão, tanto na vida do discípulo, como na do discipulador. E nesta interação, comunhão e compromisso são elementos fundamentais para o crescimento espiritual.

O discipulado é um estilo de vida que só pode ser aprendido e praticado por aqueles que se entregam plenamente a sua prática e se dão liberdade de passar mais tempo juntos, mostrando um ao outro suas qualidades advindas da comunhão com Cristo, e superando seus defeitos ou inabilidades que ainda precisam ser trabalhados pelas mãos do supremo oleiro.

Logo, discipular é andar junto, partilhar tanto as alegrias como as tristezas, as dificuldades como as vitórias; é ser transparente nos relacionamentos. Discipular é viver de modo digno de Deus, de forma que o discípulo possa imitar o discipulador, sabendo que este é, por sua vez, um imitador de Cristo.

Antonísio de Oliveira Morais - Pastor da Assembléia de Deus do Bom Retiro, em São Paulo.


Fonte: Bom líder

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

About