06/12/2010

Mais fofoca e mais mentiras - Até quando?




Tiago 3

1 - Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo.
2 - Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo.
3 - Ora, nós pomos freio nas bocas dos cavalos, para que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu corpo.
4 - Vede também as naus que, sendo tão grandes, e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa.
5 - Assim também a língua é um pequeno membro, e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia.
6 - A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno.
7 - Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana;
8 - Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal.
9 - Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.
10 - De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.
11 - Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?
12 - Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.

Através da linguagem o homem tem se comunicado com o seu próximo desde a sua criação. É impossível precisarmos quantas palavras nós pronunciamos desde a nossa meninice até a hora da morte, porém de todas iremos prestar contas diante de Deus. Nem sempre as palavras por nós proferidas têm sido aprovadas diante de Deus, pois a nossa língua é um instrumento que pode ter uma dupla finalidade: Para bênção ou para maldição. A língua do homem é como abelha; tem mel e tem ferrão.

O assunto é tão demoníaco que o verso 6 diz que a língua maldita é inflamada pelo inferno. Muitas vezes o achismo é que as pessoas a proferirem mentiras e coisas malditas. Por se achar isso e aquilo o indivíduo despara a língua como acha conviniente, enganando-se a si mesmo, criando fantasias em sua mente com pressupostos e consequentemente amaldiçoando o próximo que é feito à semelhança de Deus (vs. 9).

Outro apecto tão ruim como a mentira é a fofoca, que neste caso tem dois agravantes. Primeiro: é a língua maldizente e difamadora; segundo: a fofoca que é abominável aos olhos de Deus, e sobretudo uma atitude de quem ainda não está completamente nos caminhos de Deus conforme os versos 11 e 12.

Mentira

“Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com seu próximo;…” (Ef 4.25)

A mentira é um dos piores efeitos da linguagem, pois uma língua mentirosa pode destruir famílias, desestruturar igrejas, prejudicar pessoas em diversas áreas; Sl 109.2 “Pois a boca do ímpio e a boca do enganador estão abertas contra mim. Têm falado contra mim com uma língua mentirosa.”

Pv 6.17 “Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente”. Muitas pessoas, inclusive na Bíblia foram vítimas deste pecado cujo pai é o diabo (Jo 8.44 Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”.

A Bíblia diz que os mentirosos ficarão de fora do Reino de Deus. Muitos cristãos mentem em casa, no emprego e até mesmo quando cantam na igreja, pois dizem coisas que não condizem com a realidade de suas vidas. As vezes pensamos que uma pequena mentira não tem problema e nos esquecemos que pecado é pecado, não existe pecado pequeno nem pecado grande.

Muitas vezes usamos de argumentos desprovidos de base bíblica para proferir mentiras. Ora é porque nos preocupamos com o próximo e queremos só o bem daquela pessoa, ora é porque não achamos justo isso e aquilo e por aí vai a gama de enganos que sobem ao coração do homem, e por desconhecer ou não praticar a palavra de Deus, cai nesta cilada maligna.

Por isso assim como o salmista disse, minha oração hoje é: "SENHOR, livra a minha alma dos lábios mentirosos e da língua enganadora." Salmos 120:2

Fofoca

“O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto.” (Pv 11.13)

Por falta de freio na língua, crentes falam mal do pastor, dos obreiros, e dos outros irmãos da igreja. São os crentes mexeriqueiros, às vezes até caluniadores (Sl 15.1-3 SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração. Aquele que não difama com a sua língua…), que têm as características citadas por Tiago no nosso texto base: língua peçonhenta, que é o mesmo que venenosa (Sl 140.3 Aguçaram as línguas como a serpente; o veneno das víboras está debaixo dos seus lábios), indomável, e com poder de destruição comparado ao pequeno fogo que incendeia uma grande floresta.

O apóstolo Paulo, escrevendo ao pastor Timóteo, adverte a respeito das pessoas que se tornavam levianas contra Cristo e começavam a andar de casa em casa observando a vida dos outros e falando o que não convinha. O ministério da igreja deve estar atento a este mal e combatê-lo com a mesma ênfase que o faz com a prostituição, roubo e outros tipos de pecado.

Quem fala mal de seu irmão não pode dizer que o ama e sem amor não podemos ver a Deus (Lv 19.16 Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo). (TG 4:11) - Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz.

Mais uma vez a postagem, vem falar das atitiudes que "não" devem ser cometidas para quem quer "verdadeiramente" caminhar com Deus. Espero realmente, que mais do que ler, os valores cristãos fudamentados na palavra de Deus estejam presentes em nossas vidas. E para aqueles que ainda cometem tais práticas, ainda há tempo para deixá-las, não por mim, mas por Jesus que derrotou o diabo, pai da mentira, e deixou a sua maravilhosa palavra para instruir todo aquele que deseja segui-lo.


Arrependa-se!

1 comentários:

  1. Glória a Deus pela sua vida, meu amor.

    Benção esse devocional!

    Que em nome de Jesus, todas as vidas que ler esse devocional, possa ser edificado e transformado pelo poder que a na palavra de Deus.

    ResponderExcluir

 

Blogger news

Blogroll

About